Muito Prazer

Treinamento das Habilidades Sociais

Habilidades Sociais “… um conjunto de comportamentos emitidos por um indivíduo em um contexto interpessoal que expressa sentimentos, atitudes, desejos, opiniões ou direitos desse indivíduo de modo adequado à situação, respeitando esses comportamentos nos demais, e que geralmente resolve os problemas imediatos da situação enquanto minimizando a probabilidade de futuros problemas“.Caballo (2006)

Alguns aspectos importantes das Habilidades Sociais

A Habilidade Social pode ser aprendida, é um padrão modificável.

Um repertório pobre em Habilidades Sociais pode levar a pessoa a possuir um círculo de amigos muito restrito, e ter maior dificuldade na resolução de problemas.

A capacidade de estabelecer interações sadias é vital para uma pessoa e a eficácia interpessoal deve supor a capacidade de se comportar sem causar danos físicos ou verbais ao outro, bem como ser capaz de saber impor o respeito do outro para com você.

As pessoas socialmente hábeis (ou com competência social) tendem a apresentar relações pessoais e profissionais mais produtivas, satisfatórias e duradouras, além de bem-estar físico e mental e bom funcionamento psicológico (Del Prette e Del Prette, 2004) -

Assim podemos concluir que o treino das Habilidades Sociais é importante para que as pessoas se destaquem nas relações interpessoais e a consequentemente no ambiente corporativo.

O treino e desenvolvimento das Habilidades Sociais visa desenvolver e potencializar
- a capacidade de iniciar, conduzir e encerrar conversações;
- a capacidade de fazer e responder perguntas de forma eficaz;
- o falar em público adequadamente;
- a capacidade de expressar amor, agrado e afeto, bem como, o incômodo, desagrado ou enfado;
- a capacidade de defender os próprios direitos mantendo o respeito ao outro;
- a capacidade de pedir ajuda, bem como de dar apoio;
- a sabedoria de saber dizer NÃO;
- a empatia;
- a capacidade de elogiar e aceitar elogios;
- a sabedoria de expressar opiniões;
- a capacidade de desculpar-se ou admitir não conhecimento;
- a capacidade de mudar e saber pedir mudança de comportamento do outro;
- a capacidade de solicitar e fornecer feedback positivo e negativo, etc.